Pipoca Lunar

A Ligação, Essa Você Vai Querer Atender!

Essa semana resolvi falar sobre o filme de terror (que está mais para um bom suspense) A Ligação, da netflix.

Poster do filme – Fonte da imagem: Elfo Livre

Eu assisti assim que lançou e eu pirei, eu simplesmente pirei, de verdade, é um plot que eu – como boa apreciadora de filmes de terror/suspense – não me lembro de ter visto por aí. Depois eu soube que é uma adaptação do filme Britânico/Porto-riquenho, The Caller, mas só de ver o trailer do filme de 2011, dá para perceber que é uma leitura diferente e bem autoral.

Sem contar na excelente atuação do elenco e em especial da Park Shinhye, que anda um espetáculo em filmes do seguimento – assisti #Alive também, e está muito interessante. Antes eu só conhecia o trabalho dela por meio dos dramas coreanos de romance, mas minha opinião depois de ver em papéis assim, é que além de linda – eu sou apaixonada sim – é muito versátil! Ela já tinha atuado em outros filmes do gênero antes, mas esses foram os primeiros que eu assisti.

Bom, se deixar eu fico falando da Shinhye o dia inteiro, e talvez ela ganhe um post especial qualquer dia desses, mas focando no filme, pegue sua pipoca, e vem comigo por essa ligação bizarra.

Direção e elenco.

Vamos começar falando sobre essa direção excelente, que amarrou tudo direitinho, a trama toda do começo ao fim, nos prendendo de imediato e nos surpreendendo a cada minuto em que a trama vai passando. – É sério gente eu fiquei surpresa demais com o enredo.

O diretor é Lee Chunghyun, nascido em 1990 na Coréia do Sul.  Começou a fazer curtas, quando ainda era estudante no colégio de artes, alguns títulos como Tell Me (2007) e Open the Window (2008), e até ganhou alguns concursos nessa mesma época!

Diretor Lee Chunghyun – Fonte da imagem: Getty Images

Porém, quando se matriculou na faculdade, voltou sua atenção para uma especialização em comunicação de mídia e jornalismo e foi trabalhar em uma agência de publicidade quando terminou a faculdade. Ele finalmente deu outra chance ao cinema, no ano de 2015 com o filme Bargain que marcou uma virada em sua carreira. O filme, que consiste em uma tomada de 14 minutos, trata da prostituição de menores e ganhou o prêmio 40.000 Blows de Melhor Filme de Ação-Thriller, bem como o Prêmio Busan Cinephile e a Menção Especial do Júri no Curta Internacional de Busan Festival de Cinema.

Entrou para o estúdio de cinema Yong Film, onde foi treinado para produção de longa-metragem e por lá começou pra valer sua carreira como diretor. 

 Estrelado por Jeon Jongseo e Park Shinhye, o thriller inovador A Ligação (2020) estreou na Netflix em vez de nos cinemas devido à pandemia de COVID-19. Eu não sei exatamente se isso é bom ou ruim para a produtora e para a “bilheteria”, mas achei que foi um ato legal, onde o filme pode chegar a mais pessoas, nesse período e ainda conseguem assistir na segurança de seus lares.

Em cima a esquerda Shinhye e a direita Jongseo, em baixo a esquerda Sungryung e a direita Lee El.  – Fonte da imagem: HelloKpop

Além das maravilhosas Jongseo e Shinhye o elenco conta com grandes nomes como Lee El (Goblin), Kim Sungryung (The Heirs) e Oh Jungse (Tudo Bem Não Ser Normal)nós, dorameiras de plantão, sempre ficamos felizes, em ver nossos atores favoritos, das telinhas, nas telonas.

Porque Você Não Deve Perder Essa Ligação?

Se você é fã de filmes de terror/suspense inteligentes, dividido entre o passado e o presente e com rituais de exorcismo, essa é uma ligação que você claramente tem que atender!

Pôster do filme – fonte da imagem filmow

Tudo começa quando Seoyeon (Park Shinhye) volta para a antiga casa de campo de sua família, sua mãe está muito doente, então ela como única filha e responsável pela propriedade volta à cidade e a casa, mesmo a contra gosto. Na viagem até lá, ela perde seu aparelho celular e isso faz com que ela procure e logo encontre um telefone sem fio antigo que a família usava.

Na esperança de que, quem achou seu telefone retorne o contato para aquele número, ela deixa o telefone ligado e funcionando, assim ela passa a receber constantes ligações – muito estranhasde Youngsook (Jeon Jongseo), uma garota da sua idade – pedindo por socorro, e procurando por alguém que ela não conhece.

Cena do Filme – Fonte da Imagem MOVIESandMANIA

Seoyeon fica intrigada com aquelas ligações e decide saber mais sobre sua nova amiga em suas especulações descobre que ambas moram na mesma casa, só que, em épocas diferentes. Até ali, tudo ia bem, estranho, mas bem, era uma coisa nova – se fosse comigo eu já tinha fugido ou queimado aquele telefone rs –  mas como estamos falando de um filme de suspense, e não de drama ou superação, onde uma ajuda a outra a terem uma vida diferente, coisas ruins começam a acontecer e é aí que a gente começa a surtar pelo plot que não imaginávamos.

Cena do filme – Fonte da Imagem: Leisurebyte

Eu vou parar por aqui, porque acho que dei spoilers demais, e nós queremos estragar a experiência de assistir esse filme? Não, não queremos. Eu só vou falar que a gente fica feliz, triste, às vezes confusos, e com muita raiva durante as 1h 52m de filme.

ASSISTA A LIGAÇÃO.        

E aqui, como toda vez que estamos juntos, vai a minha indicação, vejam realmente esse filme, vocês não se arrependerão, e se quiserem, comentem aqui embaixo o que acharam, vamos bater um papo.

O filme está disponível na Netflix:  https://www.netflix.com/title/81342505

Trailer do Filme

Oi, eu sou a Gabriela, mais conhecida por aqui como Hekate. Nascida e criada em São Paulo, duplamente escorpiana, apaixonada por tudo ligado à cultura pop e, às vezes, não tão pop assim. Comédias românticas, livros do Sidney Sheldon, playlists e músicos undergrounds, kpop e o Corinthians são minhas maiores paixões. Aspirante a chef de cozinha e escritora, amante de chás e de abraços.