Pipoca Lunar

Pipoca Lunar: Super Pig, Príncipe Iggy e a Sétira das Magical Girls – Semana da Criança

“Quando alguma coisa está errada ela vem nos ajudar! Vem voando, vem depressa, ela vem para nos salvar! SUPER, SUPER PIG! SUPER, SUPER PIG!”

Você já ouviu falar do anime Ai to Yuuki no Pig Girl Tonde Buurin? Não! E se eu falar Super Pig? Também não? Super Pig para mim tem um gostinho de infância tão presente, que às vezes fico triste por ter sido a única pessoa (que eu conheço) no planeta Terra a ter assistido.

A animação conta a história de Kassie, uma garota do ensino médio, que encontra o que acredita ser um porquinho machucado, no meio do caminho para o colégio. Logo menos, ela descobre que aquele não era um porco qualquer, o animal amarelo é um príncipe. Iggy é um alienígena, príncipe de Oinko (Buuringo) e concede super poderes para ela, que sempre foi uma menina curiosa, destemida e altruísta.

Abertura de Super Pig no Brasil!

É engraçado, mesmo sendo uma sátira às séries conhecidas como magical girls  (animações de garotas que recebiam super poderes de alguma forma, para combater as forças do mal).

A destemida Super Pig em sua super forma (fonte do GIF: Wiffle GIF)

Na minha concepção, passou uma mensagem boa para as crianças que tiveram a chance de o assistir. Kassie ganha recompensas (pérolas, que quando ela junta uma quantidade “x”, consegue se transformar em outra coisa além de uma porquinha e faria com que Iggy se transformasse em rei), e também, ao não usar aquele privilégio de ter super poderes em benefício próprio. Fazendo assim que as crianças entendessem que deveriam ser recompensadas pelo trabalho e que tinham de pensar no bem coletivo, o que ajuda a não manter um pensamento egoísta.

Como hoje é Dia das Crianças, nada melhor do que eu falar sobre meu anime preferido quando era criança, e ainda disseminar a palavra da Super Porca por aí, não é mesmo?

Estão curiosos para saber o que se trata as aventuras de Kassie, Iggy e todos mais? Embarque comigo nesse trem que eu vos explico!

Criação da Porca Super Poderosa e Cor de Rosa

Imagem de uma parte do mangá escrito por Taeko Ikeda (fonte da imagem: popscreen.com)

O anime passou aqui no Brasil em 1999 pela Fox Kidssim, se você se lembra da Fox Kids, com certeza está ficando velho, assim como eu – e no começo dos anos 2000 pela Rede Globosaudades TV Globinho.  Teve sua exibição original entre os anos de 1994 á 1995 lá no Japão, onde foi criado, pela TBS.

Capa da revista em que o mangá era publicado (fonte da imagem: Anime Planet)

O mangá Ai To Yuuki No Pig Girl Tonde Buurin, foi escrito por Taeko Ikeda (infelizmente não achei mais informações sobre ela para colocar aqui) para a revista Ciao – uma revista japonesa, que existe até hoje, de mangás shōjo (gênero tipicamente voltado ao público jovem feminino) e publicada pela editora Shogakukan. Como no início dos anos 90 a febre das magical girls estava em alta, o estúdio da Nippon Animation resolveu então apostar na história engraçada de uma garota que se transformava em porco e produziu a série animada, com um total de 51 episódios.

Tendo várias adaptações e traduções, a que chegou aqui ao Brasil – e a que eu assisti – foi adaptação norte americana, produzida pela  Saban Entertainment, e claro, como qualquer tradução, algumas pequenas coisas sofreram alterações – mas a essência cômica e um tanto quanto diferente do gênero, continuou e foi uma das coisas que mais me chamou atenção. Todo o padrão esguio e perfeito das garotas que são geralmente retratadas nos animes e mangás é sem dúvida muito lindo, mas nesse em específico me senti representada: como uma garota comum se transformando em uma super heroína, baixinha, roliça e cor de rosa.

 “Olhe! Aquilo no céu…É um pássaro…É um avião…É a Super Pig?!”

Dentre Qualquer Tipo de Transformação, Kassie Virou um Porco…

Cena de Transformação da Kassie

Como já citei ali em cima, é uma sátira das animações de magical girls, com uma história pra lá de originalpelo menos na parte da transformação e nas características da personagem principal. É também muito engraçada: a personagem principal só se mete em confusão e só se dá mal. Seu senso de coordenação praticamente não existe, e, na hora de voar, sempre acaba por se estabanar, batendo em postes e prédios. Tudo isso enquanto tenta de forma quase falha proteger sua identidade, porque se qualquer pessoa souber que ela é a Super Pig, acabaria por ficar na forma de porquinha para sempre.

Kassie e Iggy (fonte da imagem: Sumapo)

A Sinopse – que enrolei para chegar, eu sei, não foi minha intenção, é que me empolgo quando começo a falar dessa animação – é a seguinte: Kassie ou Karin (na versão japonesa) é uma garota estudante comum, que tem um bom coração, gosta de ajudar as pessoas e animais sempre, têm coragem e muitas vezes destemida.

Quando está a caminho da sua aula encontra um porco que acha estar machucado e vai até ele para ajudar, mesmo com o risco de chegar atrasada. Descobre que o animal na verdade não estava ferido, mas sim com fome, e, quando ele come sua maçã e recupera as forças, ela sai correndo para não perder a aula. É ali que Iggy, o porquinho que ela encontrou, decide que ela é a garota perfeita para ajudá-lo na missão de virar rei de seu planeta.

Quando Iggy insiste em recompensar Kassie com o poder de se transformar em uma super heroína, ela, claro, não gosta da idéia de se transformar em uma suína com super poderes, mesmo gostando das idéia de salvar e proteger os moradores de sua cidade. Só quando sabe da informação de que se juntar 108 pérolas – que ela ganha a cada boa ação que faça – conseguirá se transformar em qualquer coisa e virar a super heroína que quisesse, que a garota aceitou a missão.

Iggy, como missão para se tornar rei, supervisiona Kassie nesse treinamento e, quando ela conseguisse o objetivo com as pérolas, ambos estariam capazes de, para Kassie, salvar as pessoas na forma que quisesse e, para Iggy, governar seu povo.

Kassie e Lance
(fonte da imagem: My Anime List)

Para se transformar em Super Pig, Kassie ganha alguns objetos – vou falar sobre alguns dele, os que eu acho mais legais e mais importantes para a história.

Tem o  porcompacto: – que tem formato mesmo de pó compacto. É o objeto que  mostra quem está precisando de ajuda, guarda o focinho de porco que transforma a garota em super pig e também serve de comunicador com o Theo, que é o pai do Iggy. Tem também Focinho de Porco: É o objeto que Kassie usa para se transformar, feito de borracha e ativado pela frase “Super Pig vou ser, e o direito defender; que não me faltem a verdade e o saber. Pelos poderes do porco!”. Fica no Porcompacto, para se manter energizado. Em caso de perda ou quebra, a transformação não é mais possível, e cada super pig tem direito a um focinho, sendo eles feitos de diferentes materiais. E tem o Laço: Que é o objeto de enfeite de cabelo que ela usa, na cabeça é claro, mas que se transforma no que Kassie precisar para salvar as pessoas

Alguns personagens da serie animada, na capa do DVD de divulgação (fonte da imagem: Anidb)

Como a maioria das garotas de sua idade, Kassie, aos 14 anos, tem uma paixonite por um colega de classe, o galã (eu sei, é uma palavra velha), que atende pelo nome de Lance, é o capitão do time de futebol do colégio e parece não perceber ou não dar muita atenção para o que as meninas sentem por ele. Kassie tem uma melhor amiga que também é sua conselheira amorosa e faz parte do clube de tênis da escola com ela. Mora com sua família e, quando se transforma em Super Pig, luta para ajudar e salvar seus amigos e os os cidadãos de Banburger Hills, que é a cidade onde mora.

Todos os personagens são divertidos e ajudam a deixar a história ainda mais interessante; também vemos que qualquer pessoa em qualquer formato pode salvar o mundo. E mesmo com nosso jeitinho estabanado ou desajeitado, conseguimos, se nosso coração e atos forem bons, tornar do mundo um lugar melhor. Essa é a mensagem que chegou até mim com todo esse anime, que repito, é uma pena que tão poucas pessoas conheçam.

“Super Pig vou ser, e o direito defender; que não me faltem a verdade e o saber. Pelos poderes do porco!”

Bônus 1: Mas Hekate, O Que São Essas Magical Girls Que Você Tanto Fala?

Sakura Card Captor, Como Exemplo de Magical Girl (fonte do GIF: My Anime List)

Magical Girls ou Mahō Shōjo (Mahou Shoujo) é o gênero de mangá e/ou anime que tenham como base principal, isso mesmo que você pensou, garotas guerreiras – geralmente ambientados com meninas colegiais, que conseguem de alguma forma super poderes para lutar contra o mal, seja ele um vilão fixo ou pequenos incidentes cotidianos. Em sua grande maioria, precisam recolher coisas para chegar a um objetivo, que faz parte de salvar o mundo.

Temos muitos exemplos famosos e incríveis de magical girls, que passam mensagem de amor, amizade, determinação e força feminina. Aqui mesmo no blog, nossa maravilhosa Ártemis falou sobre Sailor Moon – que é adorado por toda Irmandade da Lua; e teremos mais postagens sobre esse tipo de gênero e animes.

Caso queiram ler o post da Art sobre Sailor Moon, fica o link para conhecerem melhor: Sailor Moon Classic e a Lenda do Coelho da Lua!

Bônus 2: Onde Assistir Super Pig?

Quando pensei em falar sobre esse anime, fui logo refrescar a minha memória – até porque assisti quando era uma criança e alguma informação ou outra fugiu da mente. Qual não foi minha surpresa quando procurei para assistir de novo? Claro, por não ser super conhecido – e às vezes pensar que foi um delírio meu – foi difícil demais achar um lugar com mais de três episódios dublados ou legendados.

Mas encontrei um lugar legendado com a primeira temporada em HDcoisa mais linda, eu sei. Então se alguém, como eu, quer matar a saudade dessa nostalgia tão engraçada ou ficou com vontade de conhecer a porquinha super poderosa, assistam e depois venham comentar seus sentimentos quanto a ele aqui conosco!

Link: Super Pig – Primeira Temporada Legendada

Oi, eu sou a Gabriela, mais conhecida por aqui como Hekate. Nascida e criada em São Paulo, duplamente escorpiana, apaixonada por tudo ligado à cultura pop e, às vezes, não tão pop assim. Comédias românticas, livros do Sidney Sheldon, playlists e músicos undergrounds, kpop e o Corinthians são minhas maiores paixões. Aspirante a chef de cozinha e escritora, amante de chás e de abraços.