Halloween na Lua,  Especiais,  Pipoca Lunar

Pipoca Lunar: Svaha: O Sexto Dedo – Semana de Halloween

A nossa semana de Halloween não chegou ao fim ainda e meu post está aqui para provar isso

Ok, eu posso não ter escolhido um filme tão assustador assim, mas super vale a pena  – em tempos de quarentena ou não – assistir. 

O tema que entraremos hoje é um pouco diferente, mas ainda sim envolve fantasmas e muita pressão psicológica.

Sixth Finger é um terror de teor religioso – isso mesmo; eu aposto que vocês viram Constantine e outros filmes nesse teor, mas nunca um que provém da religião budista. E de certo, essa também foi a primeira vez que eu me aventurei em um tema assim vindo de terras sul coreanas.

Você está pronto para receber essa recomendação preparada com muito suspense? Sim? Então comecemos nossa jornada aqui. 

fonte da imagem: heaven of horror

Svaha: The Sixth Finger ou também em português “O mistério das garotas perdidas”  é um thriller de mistério sul-coreano de 2019 dirigido por Jang Jae-hyun, estrelado por Lee Jung-jae, Park Jung-min, Lee Jae-in, Jung Jin-young, Lee David e Jin Seon-kyu.

O filme foi o número um nas bilheterias em sua semana de estreia, com fortes 840.000 vendas e arrecadou 1,18 milhão de espectadores nos primeiros cinco dias.

“Ai, Sel mas eu nunca ouvi falar dele” pois é, o filme foi um sucesso e, ainda assim, você não ouviu falar dele não só porque estava destinado a ler sobre ele aqui – mas, também, justamente porque o mercado sul coreano na indústria do cinema não é tão reconhecido quanto deveria. Um dos passos para que isso mudasse é claramente o sucesso que Parasita adquiriu, sendo internacionalmente reconhecido e ganhador de vários prêmios como o Oscar

Sim, a indústria tem muito a nos apresentar – só devemos nos abrir mais para coisas diferentes.

Sobre o Filme: Svaha – O Sexto Dedo

O filme retrata um mistério envolvendo uma seita budista enquanto levanta questões sobre a fé em geral. O que é incrível, já que te faz pensar até que ponto a sua “” poderia ser levada, induzida ou manipulada

fonte da imagem: kaist455

O filme começa quando Geumhwa e sua irmã gêmea, chamada apenas de “coisa”, nascem. Geumhwa nasce com uma perna deformada – e na própria história diz que a “coisa” foi quem a mordeu, ainda no ventre de sua mãe. Ambas crescem em uma aldeia remota com seus avós. Eles criam cães para ganhar a vida e a “coisa”, que não deveria viver por muito tempo, é mantida escondida dos olhos do público, trancada em um galpão no quintal.

A garota “normal” parece aterrorizada com sua gêmea, bem como seus avós – especialmente quando sua avó reza por perdão dos deuses por causa de como tratam a “coisa”. Muitos já estavam desconfiados pela forma que a família agia, tendo janelas e portas cobertas – então, alguns moradores locais junto a uma xamã resolvem ir atrás e tentam investigar o galpão onde a “coisa” estaria presa.

Mas não se espera nada normal de uma cena assim, certo? É então que cobras rastejam para fora de onde ela se encontra e picam aqueles que estão ali, assustando a todos.

fonte da imagem: asian wiki

Enquanto isso, o pastor Parktambém um dos principais do filme – um homem que trabalha para expor seitas, é contratado para investigar um grupo misterioso chamado “Deer Mountain” ou “Cervo das Montanhas”. Ao mesmo tempo, a polícia também começa a investigar o grupo quando um de seus integrantes é o principal suspeito do assassinato de uma garotacujo corpo foi encontrado enterrado em concreto.

E daí começam nossas aventuras com fantasmas de crianças e pessoas que foram mortas sem motivos, que assombram essas pessoas. 

Não vou falar muito sobre o enredo, se não o spoiler vai ser grande!

Mas, durante a trama, muitos mistérios aparecem e no final não esperamos de forma alguma descobrir quem realmente estava por trás de tudo. 

Foi incrível esse momento para mim, de verdade! 

fonte da imagem: decider

A história não só conta lados como o das gêmeas e o de pastor Park, que buscam por respostas. Mas, também, conta a história do líder de um culto budistaque era visto como próprio Buda na terra – e seus fiéis “guardiões dos ventos” – também tratados como filhos: crianças que antes viviam em um centro de detenção juvenil. 

As escrituras de Deer Mountain falam de 81 “cobras” que virão para matar “a luz”.

E gente, foi simplesmente genial ver como desenvolvia essa história em torno das escrituras sagradas inseridas no contexto, muitas das vezes usando tanto o real como o fantasioso. São coisinhas que pegamos durante o filme e vemos que apenas tem sentido no final

Acho que a parte que mais chamou minha atenção foi sobre a história do porque todos os assassinatos voltados a garotas nascidas em 99 aconteciam. Um monge tibetano que conversa com Pastor Park explica que essa pessoa que procuram, Kim Je-Seuk, é um homem que tem doze dedos – na história um claro sinal de santidade – que, além de ser imortal, tem mais de cem anos e nasceu em 1899.  

“No mesmo lugar, a cobra que irá machucar a luz é nascida 100 anos depois” (fonte da imagem: high on films)

O fator histórico com o religioso foi uma coisa que combinou perfeitamente com a história e o terror que passamaté porque os assassinos são atormentados pelos espíritos das pessoas que eles mataram. E nós vemos muito isso em filmes sul coreanos, reflexões sobre o porque daquilo acontecer e principalmente a junção da crença com o que você realmente vê.

Muitas das vezes, a religião acha que é absoluta, acima do bem e do mal, e leva sim à uma manipulação. Na história em si, isso é algo muito importante, pois cada ponto dela mostra que nem sempre com o que estamos lidando, é realmente a verdade.

Mostra a nós que sempre é importante conhecer, ponderar e pensar a respeito, seja na religião ou em qualquer coisa que nos envolvemos

“Devas que caçam demônios…” (fonte da imagem: youtube)

Elementos da História

Durante minha pesquisa mais a fundo a respeito do filme, foi possível perceber que embora o budismo e o esoterismo sejam o foco principal do filme, também há elementos de Maitreya, Shichuan e referências à Bíblia cristão que já havia sido algo notado por mim durante o filme.

Por exemplo, quando as irmãs gêmeas nascem, há uma referência aos irmãos bíblicos Esaú e Jacó. Jacó teria saído do útero com o calcanhar de seu irmão gêmeo. No filme, isso é semelhante a quando a “coisa” sobreviveu no útero mordendo ou “comendo” a perna de sua irmã gêmea. 

Há também a referência ao Massacre dos Inocentes, quando – assim como o Rei Herodes, o GrandeKim Je-Seuk matou todas as crianças nascidas em determinado local para se livrar de um inimigo que estava previsto para derrotá-lo.

Durante a realização do filme, obviamente houve pessoas e organizações que não eram a favor do tema e de como eram mostrados ao público, mas, ainda assim, não impediu o filme ser um sucesso.

Trazendo em seu primeiro dia nas telas, no dia 20 de fevereiro de 2019,  mais de 190,000 espectadores, no segundo dia ultrapassou 2 milhões de espectadores – trazendo no total cerca de 2,19 milhões de espectadores. Isso resulta em vendas acumuladas de 20.007.508.194 wons, que está em torno de 16.481.474,98 dólares americanos.

Espero que levem essa recomendação a sério e assistam esse filme excelente. Sempre que eu posso, estou falando dele para as pessoas e foi muito bom poder trazer ele para o site no post de hoje.

O filme atualmente pode ser encontrado na Netflix.

Espero que tenham gostado e não esqueçam de deixar seu comentário aqui embaixo dando sua opinião sobre o filme para a Irmandade da Lua!

Trailer dele para vocês: 

Semana de Halloween Lune Station

E deixo aqui também os posts da Hek e da Art dessa semana de Halloween – vale a pena a leitura!

Pipoca Lunar: Marianne – A Bruxa Amaldiçoada, por Hekate

Drácula: Da Vida Real Para Livros e Cinema, por Artemis

It’s Lay time!!! Eu sou a Laysa, mais conhecida neste espaço como Selene. Nascida no interior de São Paulo e criada em diversos lugares. Aquariana – sim, lidem com isso! – amante de tudo ligado à cultura geral, história, idiomas, livros, playlists aleatórias, escrever e fotografias. E devo deixar claro que o cinema é a minha paixão.